Weby shortcut
topo.gif

Histórico

Atualizado em 19/11/14 09:20.

 Histórico

 O histórico pode ser resumido nas palavras do fundador do Núcleo de Prática Juríridica, o Prof. Lícinio Leal Barbosa, como segue abaixo.

Resgate de um compromisso

"No meu discurso de posse, 02 de dezembro de 1.982, fiz o objetivo diagnóstico de nossa Faculdade de Direito, enfocando-lhe as principais deficiências que urgia eliminar. Dentre essas, uma das mais graves, - a qualidade do ensino.
Daí por que fui taxativo:
  ' No que tange ao ensino , necessita, nossa Faculdade, renovar nos métodos. A prática forense, aqui, ainda é uma miragem. Por toda parte, vêem-se laboratórios, para ministração de conhecimentos nos mais variados ramos do saber, - inclusive da lingüística. Mas não existe um laboratório para o ensino do Direito, para aplicação da doutrina ao caso concreto. De um jovem engenheiro, espera-se que saiba construir uma casa; de um jovem odontólogo, que cuide, eficientemente, da boca do cliente; de um jovem médico, que  tenha aprendido a diagnosticar, receitar e medicamentar com segurança. Por igual, a comunidade tem o direito de exigir da Faculdade de Direito que forme técnicos e cientistas da arte de advogar, de julgar e de atuar como instrumento da persecutio criminis. É duvidosa a assertiva de que a prática se aprende em uma semana...'. ( In "Posse na Diretoria da Faculdade de Direito", Licínio Leal Barbosa, edição da Imprensa Unversitária, Goiânia, 1983, pág. 24).
Uma das primeiras providências que adotei, na direção desta Faculdade, foi criar, equipar e instrumentalizar o Escritório-Modelo, que inaugurei a 11 de agosto de 1.983.

Após designar seu Coordenador, deligenciei a elaboração de convênio entre a Universidade Federal de Goiás e a Ordem dos Advogados do Brasil, Seção de  Goiás, - firmado a 02 de Março de 1.984, - visando a que os Estagiários do Escritório-Modelo, aprovados, pudessem inscrever-se na AOB-GO sem a necessidade de submeterem ao exame de ordem.
Mais tarde, deligenciei a contratação, mediante concurso Público, do Professor destinado, especificamente, ao Escritório-Modelo, docente que tomou posse a25 de Abril de 1.984.
Já no segundo semestre de 1.984, providenciei a contratação de 04 (quatro) Monitores, que estagiaram no Escritório-Modelo. 
A essa altura, já estava em vigor o Regimento do Estágio Forense ministrado através do Escritório-Modelo, aprovado pelo Conselho Departamental na sua reunião de 1º de Agosto de 1.983, e homologado pelo Égregio Conselho Coordenador de Ensino e Pesquisa da UFG, através de sua Ilustrada Câmara de Extensão , de 19 de Outubro de 1.983.

Faltava, pois, o breviário do Estagiário, que lhe possibilitasse transformar em orientação prática a diretriz teórica contida no Regimento. Daí por que , dando um comprimento a recomendação desta Diretoria, o Prof. Jônatas Silva, Coordenador do Escritório-Modelo, elaborou o "Manual do Estagiário" que,  submetido à consideração do Conselho Departamental desta Faculdade, receberias as achegas da Comissão constituída dos professorres Clenon, de Barros Loyola, Alfredo Abinagem e Luiz Francisco Guedes de Amorim, visando a seu aprimoramento, vindo, ali, a ser aprovado, na reunião de 19 de Outubro de 1.984.
O trabalho que, ora, vem a lume, compreendendo o Regimento do Estágio Forense e o Manual do Estagiário, - honra as tradições de cultura jurídica, desta Casa, e enaltece os obreiros que contribuiram para sua elaboração.
A partir deste momento, cada estagiário tem, a sua disposição, segura orientação, teórica e prática, para palmilhar os primeiros trechos da senda judiciária, no difícil mas delicioso aprendizado da arte de advogar.
Ao registrar ao Prof. Jônatas Silva, autor dis projetos do Regimento e do Manual, - os mais sinceros agradecimentos, estendo-os, igualmente, aos professores Clenon de Barros Loyola, Alfredo Albinagem e Luiz Francisco Guedes de Amorim, que enriqueceram, com sua inteligência, cultura e experiência os documentos originais, agora instrumentos normativos para os fins a que se destinam.

Ao entregar esse precioso trabalho aos estagiários de nosso Escritório-Modelo, sinto-me como alguém que resgata uma dívida que vem de priscas eras, cujo adimplento somente nesta hora histórica se faz possível.
E me regozijo por ser o instrumento de resgate desse compromisso.

                                                                                                            Prof. Lícinio Leal Barbosa

Listar Todas Voltar